Reações

Essa palavra está invadindo constantemente a minha mente ultimamente...

 

Nossa vida se baseia em relações, e, quando nos relacionamos, levamos um pouco da gente e recebemos um pouco do outro, correto?! Pois bem, nesta troca muitas vezes ignoramos ou distorcemos as reações.

 

Nossa pista se existe algo errado na relação é a reação do outro... Se a reação for positiva, ótimo, está tudo certo. Entretanto, e quando ela é negativa?! Ai que começa o enrosco... Vale lembrar que ser positiva ou negativa, tem a ver com o olhar que eu dou para a situação e, não necessariamente, o que realmente ela significa.

 

Uma reação negativa pode estar relacionada a três fatores:

  1. Algo que realmente eu fiz de errado e, o outro não gostou.

  2. Uma interpretação errada da minha real intenção, ou seja, quando a gente quer dizer A e o outro entende C.

  3. Quando o outro reage com C e a gente entende como A, ou seja, a gente que interpreta errado.

De qualquer forma, alguma ação é necessária. Ação, isso mesmo, ação, normalmente travamos, não tentamos resolver a situação, ou, se fazemos, vamos totalmente dominados pelas emoções (ah as emoções, mas isso é tema para outro momento).

 

Voltando às reações... Na troca relacional algo aconteceu, pois, pela minha percepção da reação do outro, subiu o sinal de alerta de que existe algum incômodo, que pode ser meu ou dele... E agora? Será que algo não o agradou mesmo ou será que é coisa da minha cabeça?

 

Uma interpretação pode ser: “puxa, mas não fiz nada de errado”... Neste caso o melhor a fazer é conversar para verificar o que o outro entendeu da sua ação original, a raiz do problema provavelmente está na forma como o outro interpretou o que você fez ou disse.

 

Existe também a possibilidade de você constatar que realmente fez algo que não deveria. Nem sempre agimos corretamente com o outro, muitas vezes, por conta de interpretações equivocadas ou que não nos ajudam, agimos de forma a incomodar o outro e, isso acaba virando um ciclo de reações desagradáveis, que acabam levando a muitas mágoas e ressentimentos...

 

Reações negativas não devem ser ignoradas e, nem tratadas com outras reações negativas, isso vira um ciclo infindável...

 

Entenda que, para evitar sofrimentos desnecessários (nossos ou dos outros) precisamos simplesmente parar e dar atenção às reações, elas sempre irão nos demonstrar se estamos no caminho certo ou não...

 

E, nunca se esqueça de que também transformamos alhos em bugalhos. Criamos na nossa cabeça que aquela reação não foi boa, mas podemos estar equivocados e, para evitar esse monte de confusões, só com diálogo, calma, equilíbrio e ponderação... Nem tudo é o que parece ser... Mas existirão momentos em que realmente teremos que lidar com reações negativas, pois elas serão válidas, por alguma frustração que tivemos que causar ao outro, como numa negativa de alguma coisa... Aí vale muita empatia e resiliência, principalmente para lidar com a frustração e fazer o difícil processo de entender os motivos do outro, sem se vitimizar.

Facebook
Twitter
Please reload

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Ícone cinza LinkedIn
Artigos

August 23, 2018

January 31, 2018

October 27, 2017

September 21, 2017

August 24, 2017

Please reload

Assine a Newsletter !
Artigos recentes:
Please reload